Skip directly to content

Infectologia

Associação Pan-americana de Infectologia e Pfizer lançam campanha para alertar sobre resistência bacteriana

Ao reduzir opções médicas para tratar infecções graves, a resistência bacteriana representa uma das principais ameaças à saúde global. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, a partir de 2050, mais de 10 milhões de pessoas morrerão por ano por causa de bactérias resistentes a antibióticos, superando os óbitos por câncer, que atualmente somam 8,2 milhões. Nesse contexto, a Pfizer acaba de lançar a campanha digital “Pequenas Ações Salvarão Milhões de Vidas“, em parceria com a Associação Pan-americana de Infectologia (API).

Durante o mês de novembro, um quiz estará disponível no site

Campanha digital alerta sobre avanço da resistência bacteriana

Em parceria com a Associação Pan-americana de Infectologia, iniciativa da Pfizer mostra como atos simples podem ajudar no combate ao problema

Ao reduzir o arsenal médico para tratar infecções graves, a resistência bacteriana representa uma das principais ameaças à saúde global. Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que, a partir de 2050, mais de 10 milhões de pessoas morrerão por ano por causa de bactérias resistentes a antibióticos, superando o número anual de óbitos por câncer, por exemplo, que atualmente chega a 8,2 milhões.

Pfizer lança mapa global da resistência microbiana

Plataforma possibilita acesso a dados críticos sobre bactérias multirresistentes em mais de 60 países, incluindo o Brasil

Compreender padrões de resistência bacteriana é fundamental para as medidas de controle das taxas de infecção hospitalar. Por isso, para facilitar esse processo, a Pfizer criou uma plataforma interativa que permite fácil acesso, via computador ou celular, a dados críticos sobre a eficácia dos tratamentos com antibióticos em mais de 60 países, entre eles o Brasil.

Com a participação de mais de 200 hospitais, o Antimicrobial Testing Leadership and Surveillance (ATLAS) reúne