Skip directly to content

Brasileiros querem diversão e atividade física na maturidade, aponta pesquisa

Dados inéditos do levantamento “Envelhecer Sem Vergonha” trazem os planos dos brasileiros ao chegar à velhice. Piquenique no Parque Villa-Lobos, neste domingo, atende alguns desses desejos

Estar em plena forma para aproveitar a maturidade, com disposição para fazer exercícios, manter uma vida sexual ativa, assistir a shows ao vivo, além de cantar e dançar com muita descontração. Esses sãos alguns dos principais anseios do brasileiro em relação à velhice, conforme demonstra um recorte inédito da pesquisa “Como os Brasileiros Encaram o Envelhecimento”, realizada com quase mil adultos no País. E, se depender da agenda programada para o Parque Villa-Lobos no próximo domingo (27), não vai faltar oportunidade para todo mundo colocar esses planos em prática e se divertir com os amigos e a família. O local vai receber a segunda edição do piquenique “Envelhecer sem Vergonha”.

Tanto a pesquisa quanto o evento fazem parte da campanha “Envelhecer Sem Vergonha – qualidade de vida não tem idade”, uma ação institucional da Pfizer que foi lançada no ano passado no Brasil com o objetivo de convocar a sociedade brasileira para um diálogo franco e bem-humorado sobre a maturidade. Em 2015, a Pfizer promoveu a primeira edição do piquenique, que atraiu centenas de pessoas ao Parque do Ibirapuera. Desta vez, sob o tema “Diversão não tem idade”, o evento pretende reunir pessoas de várias gerações em torno de uma programação musical variada, com apresentações de rock, jazz, MPB, marchinhas de carnaval e até karaokê. Os participantes estão convidados a trazer de casa alimentos leves e nutritivos para desfrutar desse momento.

Pesquisa
 
Os dados inéditos formam um recorte da pesquisa “Como os Brasileiros Encaram o Envelhecimento”, realizada pelo Instituto Qualibest. Para compreender os principais anseios da população na maturidade, foram ouvidos 989 adultos, com 18 anos ou mais de idade. Dedicar-se a atividades ligadas à diversão e à qualidade de vida estão entre os principais planos dos entrevistados para quando terceira idade chegar, como demonstra o quadro abaixo:

Atividades que pretende realizar na terceira idade  Total (%) (%) 18 a 25 anos (%) 26 a 35 anos (%) 36 a 50 anos (%) 51 ou mais
Exercícios físicos 76 81 78 77 67
Sexo 68 67 70 70 67
Amar quem está num relacionamento afetivo comigo 66 70 65 67 63
Cantar/dançar espontaneamente 58 65 57 53 56
Comer cinco ou mais porções de frutas e vegetais 56 56 55 59 55
Atravessar o País 51 64 55 47 39
Ir a um show ao vivo 50 51 49 58 44
Plantar uma árvore 49 62 49 40 47
Investir dinheiro 44 51 47 41 36
Mudar-se de sua cidade para um lugar mais calmo 40 40 43 43 35

   
“Embora tenham medo de envelhecer, os brasileiros fazem planos para a vida na terceira idade, que incluem atividades diversas, entre elas os cuidados com a saúde, como os exercícios físicos e a alimentação equilibrada. As pessoas pensam em adotar hábitos e estilo de vida saudáveis para que outros projetos, como atividades de lazer, possam/ ser levados adiante”, afirma a geriatra e gerontóloga Andrea Prates, mestre em Promoção de Saúde pela Universidade de Londres, sócia-diretora da Contemporânea – consultoria aplicada para a longevidade.

Campanha
 
A campanha “Envelhecer sem vergonha” faz parte de uma iniciativa global da Pfizer lançada em 2012, nos Estados Unidos. Intitulada Get Old, ela reuniu especialistas e diversas organizações para compartilhar diferentes abordagens sobre o envelhecimento, incluindo mudanças no estilo de vida, com o objetivo de ajudar as pessoas em seu processo de amadurecimento.
  
No Brasil, a campanha recebeu uma identidade diferente, totalmente alinhada com o espírito irreverente e criativo do brasileiro. A iniciativa possui ações digitais e presenciais, como uma intervenção na avenida Paulista, onde um ator idoso interagiu com os pedestres para questionar os estereótipos ligados à velhice.
 
No ambiente digital, campanha também conta com iniciativas, como o portal www.envelhecersemvergonha.com.br, que traz abordagens variadas sobre maturidade.  Já a fanpage www.facebook.com/envelhecersemvergonha funciona como um canal de relacionamento, com posts, notícias e testemunhais de celebridades. Para questionar os estereótipos que envolvem a terceira idade, o videocase “Diversão não tem idade”, publicado recentemente na fanpage, mostrou um grupo de jovens e outro formado por idosos experimentando formas de entretenimento diferentes. Assim, enquanto os representantes da terceira idade conhecem o agito de uma balada de música eletrônica, os mais novos acabam revendo seus conceitos em um baile de terceira idade, evento que até então associavam a ritmos lentos e pouca animação.

Assunto relacionado: 
Year: