Skip directly to content

Petiscos saudáveis para reunir os amigos nos dias de jogos do Brasil

Em época de campeonatos de futebol, não tem coisa melhor do que reunir os amigos em casa para assistir aos jogos. Porém, nessas ocasiões, é difícil resistir à tentação de se esbaldar com petiscos e lanches, que na maioria das vezes são calóricos e gordurosos. Mas não é preciso brigar com a balança e nem colocar a saúde em risco: usando a criatividade, é possível fazer petiscos saudáveis e saborosos.

Salgadinhos assados, frutas secas e sementes oleaginosas (como castanha de cajú, nozes, pistache, etc.) são alguns exemplos indicados pela nutricionista Thaís Lamonica, que são fáceis de encontrar nos mercados. Já para quem gosta de preparar petiscos mais sofisticados, legumes como pepino e cenoura em palito, para comer com molhos à base de iogurte e hortelã são boas pedidas. "Tomate cereja recheado com mussarela de búfala e molho a base de manjericão ou mini pizzas feitas com rodelas de berinjela também ficam bem gostosos", completa.

O importante é abusar da decoração para atrair o apetite dos convidados, usando mini potinhos coloridos ou decorando com os próprios alimentos. "Normalmente comemos com os olhos, e usando deste artifício, podemos optar por alimentos mais saudáveis e ainda sim muito saborosos, garantindo o controle do peso corporal e manutenção da saúde".

Para quem não abre mão de um docinho, frutas podem ser ótimos substitutos. Mas, se as frutas estiverem descascadas e cortadas, elas podem começar a escurecer e ficar com um aspecto feio, além perder uma porcentagem de suas vitaminas e minerais. "Se optar por servir frutas, procure corta-las próximo do período em que for servi-las, para que elas não fiquem expostas por muito tempo", recomenda Thaís.

Com um pouco de criatividade, até as bebidas podem ficar mais saudáveis. Além dos sucos naturais, a mistura de sucos com água com gás pode agradar aos fãs de refrigerantes. "O sabor é muito semelhante aos refrigerantes à base de frutas, e ainda assim são muito mais ricos em nutrientes".

E para quem gosta de pipoca, Thaís Lamonica dá uma dica: "o ideal é preparar a pipoca em casa, pois a de micro-ondas tem cerca de 110 Kcal a mais, por conta da gordura presente em sua composição". Para realçar o sabor e torna-la mais atraente, a dica é utilizar temperos naturais, como pimenta, tomilho ou alecrim.

Mas a nutricionista alerta: apesar desses petiscos serem mais saudáveis, isso não quer dizer eles podem ser consumidos como se não houvesse amanhã. "Tudo deixa de ser saudável a partir do momento em que excedemos as quantidades. Precisamos ter consciência de que, mesmo podendo comer um pouco mais, ainda assim, é preciso ter controle e consumir com moderação".