Skip directly to content

Problemas de sono em portadores de fibromialgia

Problemas do sono são queixas comuns de quem tem fibromialgia. Como ela é uma síndrome que provoca dor generalizada e rigidez nos músculos e articulações, uma coisa alimenta a outra: a dor torna o sono mais difícil e a privação de sono agrava a dor.

Alguns pesquisadores encontraram evidências de que a fibromialgia pode estar relacionada com uma anormalidade que dificulta atingir o estágio mais profundo de sono, que é chamado de sono delta. Então, se você tem a síndrome, é comum acordar sentindo-se sempre cansado, independentemente do número de horas dormidas.

Quem tem a doença também pode sofrer dos seguintes problemas de sono:

  • Dificuldade para conseguir dormir;
  • Acordar várias vezes durante a noite ou acordar cedo;
  • Dormir em excesso, além das 8 a 10 horas ideais;
  • Ter sonhos vívidos.

Existem outros distúrbios do sono associados à fibromialgia. Os mais comuns são a síndrome das pernas inquietas (aquela vontade incontrolável de mover as pernas) e apneia do sono (quando a respiração para por alguns segundos durante o sono).

Dicas para dormir melhor

O tratamento para esses distúrbios geralmente envolve medicamentos e, em alguns casos, vale a pena consultar um especialista de sono. Um ponto de partida é melhorar o ambiente do quarto e adotar alguns hábitos:

Durma em um ambiente confortável - isso inclui ter um bom colchão e ajustar a luz, os ruídos e a temperatura para ter uma boa noite de sono.

Estabeleça uma rotina - tenha um horário regular para dormir e para acordar. Prepare-se para o sono, reduzindo gradualmente o seu nível de atividade algumas horas antes de deitar.

Use relaxamento e distração - se você tem dificuldade para pegar no sono, considere ouvir música calma ou distrair-se com atividades tranquilas, como leitura.

Controle o estresse e a preocupação - tente procedimentos de relaxamento antes de ir para a cama. Outra saída pode ser reservar um tempo a cada noite para anotar seus problemas e estratégias para lidar com eles.

Evite sonecas longas durante o dia - cochilar durante o dia pode atrapalhar seu sono de noite.

Evite cafeína, álcool e tabaco de noite - a nicotina do tabaco e produtos com cafeína (como café, chá, refrigerantes e chocolate) são estimulantes e dificultam o sono. Já as bebidas alcoólicas podem proporcionar um sono agitado e irregular.

Verifique se há efeitos colaterais dos medicamentos - medicamentos tomados para outros problemas podem afetar o sono ou criar problemas relacionados.

Conteúdo interno relacionado

  • SBR e Pfizer lançam aplicativo para pacientes com fibromialgia em versão IOS

http://www.pfizer.com.br/content/SBR-e-Pfizer-lan%C3%A7am-aplicativo-para-pacientes-com-fibromialgia-em-vers%C3%A3o-IOS

  • Fibromialgia: dor por todo o corpo

http://www.pfizer.com.br/noticias/Fibromialgia-dor-por-todo-o-corpo

  • Fibromialgia: procurar o médico é o melhor remédio

http://www.pfizer.com.br/sala-de-imprensa/releases/fibromialgia-procurar-o-m%C3%A9dico-%C3%A9-o-melhor-rem%C3%A9dio


Referências
 
https://sleepfoundation.org/sleep-disorders-problems/fibromyalgia-and-sleep
http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/fibromyalgia/basics/symptoms/con-20019243]
http://www.sociedadereumatologiars.com.br/fibromialgia.pdf