Skip directly to content

Como prevenir colesterol alto em crianças

O colesterol alto é cada vez mais comum em crianças, e o problema contribui para o aparecimento de doenças cardiovasculares na idade adulta. O excesso de colesterol causa o acúmulo de placas de gordura nas artérias, bloqueando o fluxo sanguíneo para o coração e outros órgãos. Mas, é possível prevenir e controlar o problema ajudando a criança a mudar alguns hábitos.

Alimentação balanceada:

  • Ofereça à criança uma dieta rica em frutas, legumes e alimentos integrais;
  • Inclua no cardápio uma variedade de proteínas, incluindo carnes magras.
  • Sirva leite desnatado e laches com baixo teor de gordura;
  • Limite o consumo de alimentos e bebidas industrializados, principalmente os que têm muito açúcar e calorias.

Exercícios físicos:

  • Incentive a criança a praticar regularmente exercícios físicos aeróbicos, como natação, caminhada e dança. Eles ajudam a aumentar os níveis de HDL, também chamados de “colesterol bom”.
  • Assim como a alimentação saudável, os exercícios físicos ajudam a prevenir o sobrepeso e a obesidade, fatores de risco importante para o colesterol alto na infância.

Lembre-se que essas mudanças de estilo de vida podem beneficiar toda a família e será muito mais fácil a criança aderir a elas se tiver o exemplo e o envolvimento das pessoas ao seu redor.

Fatores de risco para o colesterol alto em crianças

Ser sedentário e ter uma alimentação pouco saudável não são os únicos fatores que aumentam os riscos do colesterol alto na infância. Eles também incluem:

Histórico familiar - crianças que têm colesterol alto geralmente têm parentes próximos com o mesmo problema. Também é preciso maior atenção se há casos de pessoas na família que tiveram doenças cardiovasculares.

Algumas condições médicas - tais como diabetes, doença renal, artrite idiopática juvenil, obesidade e pressão alta.

Pergunte ao pediatra sobre a necessidade de monitorar o colesterol da criança. Se ela tiver o problema, o profissional pode recomendar aconselhamento nutricional e um programa de exercícios individualizado. Se o colesterol alto persistir apesar da mudança de hábitos, o médico pode indicar que o tratamento seja feito com medicamentos.

Conteúdo relacionado no site da Pfizer

 

Referências

http://www.heart.org/HEARTORG/Conditions/Cholesterol/UnderstandYourRiskforHighCholesterol/Children-and-Cholesterol_UCM_305567_Article.jsp#.WJkxTVMrLIU
https://www.urmc.rochester.edu/encyclopedia/content.aspx?ContentTypeID=90&ContentID=P01593
http://my.clevelandclinic.org/childrens-hospital/health-info/ages-stages/childhood/high-cholesterol-in-children
https://www.healthychildren.org/English/healthy-living/nutrition/Pages/Cholesterol-Levels-in-Children-and-Adolescents.aspx
http://kidshealth.org/en/parents/cholesterol.html