Skip directly to content

Tipos de depressão

A depressão faz com que a pessoa se sinta desanimada, triste, desesperada, desmotivada ou desinteressada. Talvez você já conheça os principais sinais deste transtorno. Mas, você sabia que existem tipos diferentes de depressão? É importante reconhecê-los para buscar ajuda médica e o tratamento mais adequado.

O transtorno depressivo maior, por exemplo, dura pelo menos duas semanas. Quando é leve ou moderado, a pessoa ainda pode fazer suas atividades habituais, mas, com um pouco mais de esforço. Se for severo, as atividades diárias parecem impossíveis e a pessoa fica melancólica.

O transtorno bipolar, em que pessoa alterna momentos de alegria e sensação de que pode fazer qualquer coisa com momentos de depressão ou mania, também é considerado um tipo de depressão. Assim como a depressão sazonal, que ocorre em determinas estações - geralmente no outono e no inverno.

Além dessas, existe também a depressão psicótica, que mistura depressão severa com transtornos psicóticos, tais como alucinações (auditivas e visuais) e delírios; e a distimia, que é uma forma de depressão grave que pode durar por, pelo menos, dois anos. Os sinais da distimia são baixa energia, falta de apetite ou excesso, dormir pouco (insônia) ou dormir demais.

E, por fim, a depressão atípica, que diferente do que o nome indica, tem sinais comuns: humor deprimido, aumento de apetite, excesso de sono, sentimento de rejeição, sensação de braços e pernas pesados.

Tipos de depressão femininos

Além dos tipos de depressão já listados, existem outros dois que afetam exclusivamente as mulheres: a depressão pós-parto, cujos sintomas podem aparecer nas primeiras semanas depois do parto ou mesmo durante a gestação, e o transtorno disfórmico pré-menstrual, que começa logo após a ovulação e termina no início da menstruação. O sinal desse transtorno é a oscilação de humor mais intensa, o que pode atrapalhar o trabalho, a vida social e até os relacionamentos.

Existe tratamento para todos os tipos de depressão

Se você acha que os sintomas dos tipos de depressão citados fazem parte da sua rotina, é hora de procurar ajuda médica. O especialista identificará qual é o seu caso e indicará a melhor forma de tratamento para ele, o que pode incluir, por exemplo, psicoterapia, medicamentos e até uma rotina de exercícios físicos.

Conteúdo relacionado no site da Pfizer


Referências

https://www.adaa.org/understanding-anxiety/depression
http://www.nps.org.au/conditions/mental-health-conditions/mood-disorders/depression/for-individuals/what-is-depression/types-of-depression
http://depressionet.org.au/types-of-depression/