Skip directly to content

Como melhorar o cotidiano do portador de Alzheimer

Cuidar de uma pessoa com doença de Alzheimer em casa é uma tarefa desafiadora para qualquer família. As mudanças são significativas e as necessidades do paciente precisam ser entendidas e incorporadas na rotina familiar.

Mas é comum que os comportamentos difíceis de que tem a doença gerem um enorme estresse físico e emocional nas pessoas ao redor. Por isso, é importante que o cuidador tire um tempo para relaxar e cuidar de si e, se sentir necessidade, contrate um profissional.

Além disso, é fundamental criar um plano de ação e adotar algumas estratégias que facilitam o dia a dia de todos os afetados:

Planejar o dia - uma agenda bem estrutura ajuda o paciente com Alzheimer a manter um senso de organização. Na fase em que o idoso ainda é independente, repasse com ele as atividades que serão realizadas no dia.

Atividades - fazer atividades prazerosas ao paciente vai deixá-lo mais ativo e engajado. Exercícios físicos, por exemplo, são ótimos estimulantes. Mas é melhor criar uma rotina de atividades do que tentar ensinar algo novo. Outra dica é estimular a independência, ajudando-o apenas com o que ele não consegue realizar sozinho.

Comunicação - não fale com a pessoa com a doença de Alzheimer como um bebê e não fale sobre a pessoa como se ela não estivesse ali. Quando falar com o idoso, seja objetivo, olhe nos olhos e dê tempo suficiente para uma resposta, sem interromper. Se ele está confuso, não discuta ou insista no assunto.

Memória - um bom jeito de ativar a mente do paciente é lembrá-lo de sua própria história. Para trazer estas memórias à tona, utilize álbuns de fotos e músicas “de seu tempo”.

Disposição de objetos - para que o idoso se sinta mais localizado e saiba o lugar de cada coisa, mantenha os objetos da casa sempre no mesmo lugar e armários e guarda-roupas bem organizados.

Noção de dias e meses - a noção de tempo vai diminuindo conforme o Alzheimer progride. Para ajudá-lo a se localizar temporalmente, deixe um calendário próximo e marque com ele a passagem dos dias.

Atenção à segurança - para manter o seu familiar seguro, adote algumas medidas como usar cadeados em armários com objetos potencialmente perigosos, verificar a temperatura da água e evitar assoalhos que facilitam uma queda.


Conteúdo interno relacionado

  • Alzheimer atinge 25% das pessoas com mais de 85 anos

http://www.pfizer.com.br/content/alzheimer-atinge-25-das-pessoas-com-mais-de-85-anos

  • Doenças que afetam a memória e como preveni-las

http://www.pfizer.com.br/noticias/Doen%C3%A7as-que-afetam-mem%C3%B3ria-e-como-preveni-las


Referências

http://www.einstein.br/einstein-saude/em-dia-com-a-saude/Paginas/tratando-o-alzheimer-dentro-de-casa.aspx
http://www.wai.wisc.edu/resources/patients_and_caregivers/caregiving_tips.html
http://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/caregivers/in-depth/alzheimers-caregiver/art-20047577?pg=2