Skip directly to content

Como se proteger de medicamentos falsificados?

Produção sem as condições de higiene necessárias, contaminação por bactérias, ingredientes errados ou, ainda, ausência dos princípios ativos que devem ter. Esses são alguns dos problemas dos medicamentos falsos, que fazem com que eles não só deixem de tratar a doença para a qual são destinados, como até, em alguns casos, piorem o quadro.

Geralmente eles são difíceis de detectar, porque são feitos para parecerem idênticos aos originais. Por isso, para checar se o medicamento é falsificado ou não, é importante observar os seguintes itens na embalagem:

  • Veja se o nome do produto está legível e bem impresso;
  • Verifique se não há rasgos, rasura ou alguma informação apagada;
  • Cheque se constam a data de fabricação e de validade, o número de registro no Ministério da Saúde e identificação do fabricante;
  • Compare se o número do lote impresso na embalagem é o mesmo que está no frasco ou na cartela;
  • Veja se tem a “raspadinha”, que é um espaço nas laterais coberto com uma tinta metálica. Quando ela é raspada com um objeto metálico, mostra a logomarca do fabricante ou a palavra “qualidade”;
  • Verifique se a bula é original ou uma fotocópia.

Às vezes, a posição dessas informações muda de uma embalagem para outra. Se você tiver dificuldade para checar essas informações, peça ajuda para o farmacêutico responsável da drogaria onde você está comprando os medicamentos ou entre em contato com o fabricante.

Cuidados para comprar medicamentos na internet

Também vale ficar atento ao comprar medicamentos pela internet. Sites que não deixam o endereço e o telefone em um local onde possa ser encontrado com facilidade podem não ser uma boa opção. Se ficar em dúvida, prefira os sites de redes de farmácias e drogarias que já conheça.

Se você achou o site confiável e fez a compra, antes de usar o medicamento, cheque os itens da lista acima e se é exatamente o mesmo medicamento que você pediu, inclusive a dosagem, e se os selos de segurança da embalagem estão intactos.

Mas, lembre-se sempre: não compre medicamentos por conta própria ou por conselho de outras pessoas. Apenas o médico tem condições de receitar o que é mais adequado para o seu caso.


Conteúdos relacionados no site


Referências

http://www.procon.sp.gov.br/texto.asp?id=421
http://www.anvisa.gov.br/medicamentos/falsificados/evita_compra.htm
http://www.anvisa.gov.br/medicamentos/falsificados/medidas_nv.htm
http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs275/en/
http://www.fncp.org.br/download/cartilha_procon_versao_digital.pdf