Skip directly to content

Metástase - quando o câncer se espalha pelo organismo

As células cancerosas soltam-se do tumor original, vão para outras partes do corpo e formam novos tumores. Esse processo, conhecido como metástase, causa problemas sérios e, por isso, é muito importante que seja detectado e tratado o mais cedo possível. Aprenda a reconhecer alguns sinais e sintomas que podem indicar uma metástase.

Sinais e sintomas mais comuns de metástase de alguns tipos de câncer

Câncer ósseo - a dor nos ossos que piora de noite é um dos primeiros sinais da metástase óssea. Mas existem outros:

  • Ossos fragilizados;
  • Dores fortes nas costas e no pescoço;
  • Dificuldade de urinar;
  • Níveis elevados de cálcio no sangue.

Câncer no fígado - geralmente, os seguintes sinais e sintomas só aparecem quando a doença já está em uma fase avançada:

  • Perda de peso;
  • Falta de apetite;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Febre;
  • Dor e inchaço abdominal;
  • Coceira e coloração amarela na pele (icterícia).

Câncer no cérebro - tumores localizados em qualquer parte do cérebro podem crescer, inchar e pressionar o órgão, causando os seguintes sinais e sintomas:

  • Dor de cabeça;
  • Vômitos;
  • Alterações na visão;
  • Problemas de equilíbrio;
  • Alterações na personalidade;
  • Sonolência;
  • Convulsões.

Câncer nos pulmões - os sinais e sintomas mais frequentes do câncer de pulmão são:

  • Falta de ar;
  • Chiado no pulmão;
  • Sangue no escarro;
  • Dor no peito;
  • Rouquidão;
  • Complicações, como bronquite e pneumonia, que voltam a aparecer com frequência.

Se você já passou por um tratamento de câncer e apresenta qualquer um desses sinais ou sintomas, isso não quer dizer que você esteja com uma metástase. Mas procure o seu médico o quanto antes para que ele avalie se é necessário fazer exames. E, no caso de haver, de fato, uma metástase, indicar a melhor opção de tratamento para o seu caso.

Opções de tratamento para a metástase

A metástase geralmente é diagnosticada por meio dos exames de acompanhamento do paciente, que são feitos depois do fim do tratamento do câncer. Esses testes também ajudam na escolha do tratamento, que leva em conta a origem, o tamanho e a extensão da metástase.

As opções de tratamento são quimioterapia, terapia hormonal (controla o crescimento do câncer por meio dos hormônios), imunoterapia (usa o sistema imunológico para combater o câncer), radioterapia ou cirurgia – que podem ser usadas de forma isolada ou combinada. Seja qual for a opção de tratamento, o objetivo é conter o crescimento e a propagação do câncer.


Conteúdo relacionado no site da Pfizer

 

Referências

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/o-que-e-metastase/7478/889/ - acessado em 31/08/2017;
http://www.cancercenter.com/terms/metastasis/ - acessado em 31/08/2017;
https://www.cancer.org/treatment/survivorship-during-and-after-treatment/understanding-recurrence/what-is-cancer-recurrence.html - acessado em 31/08/2017;
http://www.oncoguia.org.br/conteudo/sinais-e-sintomas-das-metastases-osseas/7483/889/ - acessado em 31/08/2017;
https://www.cancer.org/cancer/liver-cancer/detection-diagnosis-staging/signs-symptoms.html - acessado em 31/08/2017;
https://www.cancer.org/cancer/brain-spinal-cord-tumors-adults/detection-diagnosis-staging/signs-and-symptoms.html - acessado em 31/08/2017;
https://www.cancer.org/cancer/lung-cancer/prevention-and-early-detection/signs-and-symptoms.html - acessado em 31/08/2017.