Skip directly to content

Por que não abandonar o tratamento de artrite reumatoide?

Ainda não existe cura para a artrite reumatoide (AR). Mas, graças aos avanços científicos nessa área, o tratamento, desde que realizado da forma correta, pode ajudar a aliviar a dor e oferecer mais qualidade de vida para quem tem esse problema de saúde.

Fases do tratamento da Artrite reumatoide

  • Primeira fase - é a mais agressiva, pois tem como objetivo parar a inflamação o mais rápido possível;
  • Segunda fase – nela, o objetivo passa a ser diminuir os sintomas já existentes;
  • Terceira fase - por fim, nessa fase o objetivo é manter esses sintomas controlados e causando pouco incômodo.

Após passar pela terceira fase, muitas pessoas com artrite reumatoide diminuem por conta própria a dose da medicação, aumentam o intervalo de tempo entre tratamentos e consultas médicas ou mesmo abandonam o tratamento. Mas o resultado disso pode ser a volta dos sintomas.

Também não é uma boa ideia os pacientes que têm sintomas leves, mas não ausentes, suspenderem o uso da medicação. Seja para evitar possíveis complicações da doença, ou mesmo, tornar a remissão o mais permanente possível, o paciente deve sempre contar com a equipe médica para fornecer qualquer o apoio necessário durante e após o tratamento.

Como aliviar o efeito dos medicamentos usados no tratamento de AR?

Uma das formas de aliviar os efeitos colaterais do tratamento de artrite reumatoide é, por exemplo, tomar os anti-inflamatórios não esteroidais junto com alimentos, pois isso diminui os riscos de complicações gastrointestinais.

O acompanhamento médico também é importante, pois ajuda a controlar:

  • Os efeitos dos corticoides, que podem causar enfraquecimento dos ossos;
  • Os medicamentos específicos para o sistema imune, que podem deixar o paciente mais suscetível a infecções;
  • O ácido fólico, que pode causar outros efeitos indesejáveis.

O que o portador de artrite reumatoide não pode deixar de fazer?

  • Visitas regulares ao reumatologista ou aos serviços de saúde para acompanhamento médico e realização dos exames necessários;
  • Terapia ocupacional, fisioterapia, terapia psicológica e acupuntura podem ser úteis durante o tratamento;
  • Praticar atividades físicas com orientação médica, para melhorar o condicionamento cardiovascular e fortalecer a musculatura.


Conteúdos relacionados no site

 

Referências

http://www.arthritis.org/about-arthritis/types/rheumatoid-arthritis/what-is-rheumatoid-arthritis.php
http://www.arthritis.org/living-with-arthritis/life-stages/remission/rheumatoid-arthritis-remission-and-relapse.php
http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/rheumatoid-arthritis/diagnosis-treatment/treatment/txc-20197400
http://www.crf-pr.org.br/uploads/paginadinamica/20071/Folder_Artrite_Reumatoide.pdf