Skip directly to content

Sintomas alertam para a necessidade de procurar o médico

Um dos segredos para ter uma vida longa e saudável é aprender a desvendar a linguagem do corpo. Muitas vezes, quando está em desequilíbrio, ele mesmo se encarrega de dar o alerta – que pode vir, por exemplo, em forma de dores agudas na cabeça. Sintomas como esse, quando chegam sem avisar e teimam em se repetir, podem indicar que algo não vai bem.

 

“Principalmente quem tem fatores de risco, é fumante ou sofre de doenças crônicas precisa ficar atento”, avalia o clínico-geral José Eduardo Afonso Jr.

 

Cada organismo se comporta de uma forma diferente, mas existem alguns sinais clássicos que, quando aparecem, merecem uma investigação mais detalhada e imediata. Essa avaliação deve ser feita no consultório do médico. Só ele pode analisar a necessidade de exames e prescrever remédios, se preciso.

 


Quem sente falta de ar e dores no peito deve marcar consulta o quanto antes

 

Por motivos que vão do cansaço às preocupações do dia-a-dia, é comum sentir uma indisposição eventual ou um mal estar passageiro. Entretanto, quando alguns sintomas aparecem do nada e insistem em se repetir, o melhor a fazer é consultar um médico. Nem que seja só para tirar a dúvida. Conheça alguns deles:

 

Dor de cabeça súbita e intensa – deve ser investigada, principalmente se for relativamente recente. Pode ser o caso até de realizar exames mais sofisticados, como a tomografia – mas só quem pode avaliar essa necessidade é o médico.
Dor toráxica (especialmente em quem apresenta fatores de risco para doenças cardiovasculares e/ou tem mais de 40 anos) – independentemente das circunstâncias em que ocorre (repouso ou esforço), deve ser examinada com urgência. A visita ao médico é obrigatória.

 

Falta de ar – embora possa ser psicológica, a falta de ar é um sinal de alerta que não pode ser ignorado, pois está relacionada ao pulmão e ao coração. Vá com urgência ao médico.

 

Perda de peso anormal e inesperada – requer a avaliação imediata do médico. Apesar de muitas pessoas ficarem animadas (principalmente por questões estéticas), o emagrecimento súbito pode ser indicativo de uma série de doenças graves.

 

Desmaios – a perda de consciência devido à queda de pressão é comum em mulheres jovens e/ou grávidas, especialmente em dias muito quentes. Porém, é preciso que um médico avalie imediatamente as causas dos desmaios. Geralmente, é realizado um eletrocardiograma. Em alguns casos, podem ser necessários outros exames.

 

Sangue na urina – quando o ato de urinar vem acompanhado de sangramento ou ardência, é preciso procurar um médico com urgência.

 

Febre alta – comum em crianças, a febre, quando ocorre em adultos, é motivo para procurar um médico. Ela pode estar relacionada a vários problemas.

 

Sonolência crônica – há uma série de doenças que podem atrapalhar, e muito, o sono noturno. Por isso, se está difícil ficar acordado durante o dia, é bom procurar o médico o mais rápido possível. Obesos e roncadores são especialmente vulneráveis a esse tipo de problema.

 

Alterações dos hábitos intestinais – muitas pessoas sofrem de constipação e diarréias leves de vez em quando. Porém, quando essas alterações viram regra ou passam a ser sentidas também por aqueles que sempre tiveram o intestino normal, é imprescindível buscar ajuda médica. Mudanças de cor (fezes mais escuras ou mais claras) também merecem investigação.