Causas e Fatores de Risco para o Câncer de Rim

Idoso sorridente

Apesar de muitos fatores de risco aumentarem a chance de desenvolver câncer de células renais, ainda não está claro como alguns desses fatores podem tornar as células renais em células cancerosas.

MUTAÇÕES GENÉTICAS

As células se tornam cancerosas devido a um dano no DNA. O DNA é um composto orgânico cujas moléculas contêm as instruções genéticas de todas as células. Nós normalmente nos parecemos com nossos pais, porque eles são a fonte do nosso DNA. No entanto, o DNA nos afeta muito mais do que isso.

Alguns genes contêm instruções para controlar o crescimento e divisão celular. Os genes que promovem essa divisão são chamados oncogenes. Os genes que retardam a divisão celular ou levam as células à morte no momento certo são chamadas de genes supressores de tumor. Os cânceres podem ser causados por alterações do DNA que se transformam em oncogenes ou desativam os genes supressores de tumor.

MUTAÇÕES GENÉTICAS HERDADAS

Certas alterações hereditárias no DNA podem levar a condições que aumentam o risco de câncer de rim em algumas famílias.

Por exemplo, VHL, o gene que causa a doença de von Hi ppel-Lindau, é um gene supressor de tumor. Ele normalmente suprime as células em crescimento fora de controle. Alterações neste gene podem ser hereditárias. Quando o gene VHL sofre mutação, não é capaz de suprimir o crescimento anormal e fica suscetível a desenvolver o câncer de rim. Os genes ligados ao leiomioma hereditário e ao
carcinoma de células renais (gene FH), síndrome de Birt-Hogg-Dube (gene FLCN) e ao câncer renal familiar (genes SDHB e SDHD) também são genes supressores de tumores, e as mutações hereditárias desses genes também aumentam o risco de câncer de rim.

Pessoas com carcinoma de células renais papilares hereditários herdam alterações no oncogene MET, que faz com que ele esteja ligado o tempo todo. Isto pode levar a um crescimento celular descontrolado e torna a pessoa mais propensa a desenvolver o câncer de células renais papilar.

MUTAÇÕES GENÉTICAS ADQUIRIDAS

A maioria das mutações do DNA relacionadas ao câncer de rim ocorrem durante a vida de uma pessoa ao invés de serem hereditárias. Essas alterações adquiridas em oncogenes e/ou genes supressores de tumores podem resultar de fatores como a exposição a produtos químicos cancerígenos, como os encontrados na fumaça do tabaco, mas muitas vezes essas alterações são desconhecidas. Muitas mutações genéticas provavelmente são apenas eventos aleatórios que acontecem dentro de uma célula, sem uma causa externa.

A obesidade, outro fator de risco para esse tipo de câncer, altera o equilíbrio de alguns hormônios do corpo. Atualmente, os pesquisadores estão estudando como determinados hormônios controlam o crescimento (normal e anorma l) dos diferentes tecidos do corpo, incluindo os rins.

A maioria das pessoas com câncer de cé lulas renais claras esporádico (não hereditário) tem alterações no gene VHL das células do tumor que fazem com que elas deixem de funcionar corretamente. Essas alterações são adquiridas durante a vida e não são hereditárias.

Outras alterações genéticas também podem causar carcinomas de células renais. Os pesquisadores continuam investigando essas mutações.

FATORES DE RISCO DE CARCINOMA DE CÉLULAS RENAIS

Ainda não se sabe quais são as causas específicas do câncer de rim. Porém, existem alguns fatores de risco de carcinoma de células renais, que também se aplicam aos demais tipos de câncer que atacam o rim. Veja quais são:

FATORES NÃO CONTROLÁVEIS

  • Gênero;
  • Etnia;
  • Idade;
  • Fatores genéticos;
  • Histórico familiar.
     

FATORES CONTROLÁVEIS

  • Tabagismo,
  • Obesidade;
  • Pressão alta;
  • Exposição a substâncias cancerígenas.
     

Todo conteúdo expressado não substitui a consulta médica. Busque sempre o diagnóstico.

Referência: disponível em https://www.cancer.org/cancer/kidney-cancer/causes-risks-prevention/risk-factors.html . Acessado em 20/05/20

Siga-nos nas redes sociais: Ícone InstagramÍcone Facebook

Voltar à Página Principal

 

PP-PFE-BRA-2699