Skip directly to content

Como saber se uma mania pode ser transtorno obsessivo compulsivo (TOC)?

Cerca de 2% da população mundial sofre de transtorno obsessivo compulsivo, ou TOC. Este distúrbio mental é considerado um tipo de ansiedade, no qual a pessoa tem obsessões e/ou compulsões na rotina. Continue a leitura para saber se alguma de suas manias pode ser considerada TOC.

O que são obsessões e compulsões?

Obsessão - pensamentos, ideias ou até impulsos que “invadem” a consciência de forma repetitiva. Normalmente, elas são acompanhadas por um sentimento de culpa, medo, angústia ou que são inapropriados para o momento. Se alguma de suas manias está associada a um destes sentimentos, talvez ela seja um transtorno obsessivo compulsivo. Algumas das compulsões mais comuns são:

  • Limpeza e higiene;
  • Simetria e alinhamento em espaços físicos;
  • Imagem corporal;
  • Sexuais;
  • Acumulação de objetos;
  • Atos violentos ou que buscam insultar alguém.

Compulsão - é quando uma obsessão se torna um comportamento físico, voluntário e repetitivo. Algumas das ações mais comuns relacionadas ao distúrbio são:

  • Lavar as mãos;
  • Checar mais de uma vez se as portas foram trancadas;
  • Repetição de certos “rituais”, como evitar pisar em rachaduras na rua.

Será que eu tenho transtorno obsessivo compulsivo?

Algumas pessoas podem apresentar as obsessões e compulsões e nem se darem conta de que têm TOC. Por isto, é importante entender se estes hábitos estão ligados a pensamentos ou sentimentos negativos.

Veja alguns comportamentos comuns em pessoas com transtorno obsessivo compulsivo:

  • A sujeira e/ou a possibilidade de contaminar com germes me preocupam muito;
  • Esfrego minhas mãos com força quando acho que elas estão sujas;
  • Não toco em certas superfícies, como maçanetas ou corrimãos;
  • Verifico diversas vezes se as portas estão trancadas;
  • Tenho dificuldade em jogar objetos fora, mesmo que eles não sejam mais úteis;
  • Tenho pensamentos que me fazem sentir culpado ou inapropriado.

Se você se identificar com alguns dos comportamentos acima, não significa que você tem o distúrbio, mas procure um médico. Ele pode diagnosticar o distúrbio e indicar o melhor tratamento para você se for o caso.

Conteúdos relacionados no site da Pfizer

 

Referências

http://www.ufrgs.br/toc/images/profissional/material_didatico/Cap_1_o_que_e_o_TOC.pdf – acessado em 27/09/2018

http://www.ufrgs.br/psiquiatria/psiq/FOLDER%20TOC%20vers%C3%A3o%2010_05.pdf – acessado em 27/09/2018

https://www.ic.unicamp.br/~wainer/cursos/906/trabalhos/toc.pdf – acessado em 27/09/2018

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-03942010000300012 - acessado em 27/09/2018

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9393390 – acessado em 27/09/2018