Como prevenir o tromboembolismo venoso

j

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O tromboembolismo venoso, coágulo sanguíneo que se forma em uma veia, é uma das doenças vasculares mais frequentes na população. Além de comum, a condição pode ser muito grave quando não tratada. Por isso, é importante conhecer os fatores de risco e seguir algumas dicas que podem ajudar a prevenir o tromboembolismo venoso. Saiba mais!

O que é tromboembolismo venoso?

O tromboembolismo venoso é a formação de um coágulo, que é o sangue em forma sólida, dentro da veia. Ele inclui dois tipos de problemas:

Trombose venosa profunda - é quando o coágulo se forma em uma veia profunda, geralmente na perna (90% dos casos). Às vezes, afeta as veias do braço ou da pélvis.

Embolia pulmonar - ocorre quando o coágulo da trombose se desprende da veia e viaja até os pulmões, bloqueando parte ou todo o suprimento de sangue e dificultando a respiração. Pode causar morte súbita ou danificar o coração.

Quando a trombose ocorre na coxa ou em outras veias próximas ao quadril, tem 50% de chances de levar à embolia pulmonar se não for tratada, enquanto a trombose que ocorre nas veias da panturrilha tem, aproximadamente, 25% de migrar para o pulmão.

Quais são os fatores de risco do tromboembolismo venoso?

Qualquer pessoa pode ter tromboembolismo venoso, mas os seguintes fatores aumentam esse risco:

  • Cirurgia (principalmente ortopédica);
  • Hospitalização;
  • Fratura da pelve, quadril ou ossos longos;
  • Imobilidade (ficar muito tempo parado na mesma posição);
  • Ter mais de 40 anos;
  • Obesidade;
  • Câncer e quimioterapia;
  • Episódio anterior de tromboembolismo venoso;
  • Casos na família;
  • Gravidez ou parto recente;
  • Pílulas anticoncepcionais ou terapia de reposição hormonal sem acompanhamento médico;
  • Derrame cerebral recente;
  • Doenças que afetam a coagulação do sangue.

 

Como posso prevenir o tromboembolismo venoso?

Evite o excesso de peso - pessoas obesas têm duas vezes mais risco de tromboembolismo venoso. Quanto maior o peso, maior o risco.

Evite a imobilidade - faça atividade física regularmente e evite ficar imóvel por longos períodos, seja sentado, agachado ou com as pernas cruzadas. Se você precisar ficar sentado, mexa periodicamente suas panturrilhas, tornozelos e coxas para manter o sangue fluindo.

Atenção em viagens - viagens de carro, ônibus ou avião podem favorecer a imobilidade, então, estique as pernas com frequência em seu assento e levante-se pelo menos uma vez a cada hora. Além disso, beba muita água e sucos de fruta para manter a hidratação. Evite álcool em viagens longas.

Prevenção no hospital - seja proativo. Quando for internado ou precisar passar por uma cirurgia, pergunte à equipe de cuidados o que será feito para prevenir o tromboembolismo venoso. Se o médico determinar que você está em risco, pode prescrever medicamentos anticoagulantes. Também pode recomendar o uso de meias elásticas de compressão, que apertam suavemente as pernas para melhorar o fluxo sanguíneo e ajudar na prevenção de coágulos.

Quais são os sintomas do tromboembolismo venoso?

Às vezes, o tromboembolismo venoso é assintomático. No surgimento de sintomas, procure ajuda médica imediata.

Sintomas da trombose venosa profunda

  • Dor ou inchaço nas pernas;
  • Vermelhidão, sensibilidade ou sensação de calor em uma área da pele.

Sintomas da embolia pulmonar

  • Falta de ar;
  • Respiração rápida;
  • Dor nas costelas ou ao redor do pulmão, podendo piorar ao respirar profundamente;
  • Coração acelerado;
  • Tontura ou desmaio.

 

Referências

https://www.health.harvard.edu/diseases-and-conditions/how-to-prevent-clots-in-the-legs-and-lungs, acessado em 14/12/2018

http://www.sci.utah.edu/~macleod/travel/docs/Cleveland-Clinic-travel.pdf, acessado em 14/12/2018

https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/qualidade-seguranca/Paginas/protocolo-tromboembolismo-venoso-tev.aspx, acessado em 14/12/2018

https://www.heart.org/-/media/files/health-topics/answers-by-heart/who-is-at-risk-for-venous-thromboembolism-480271.pdf?la=en&hash=FC9ECD9FB807032B9EBF74B306E51313C7CD9840, acessado em 14/12/2018

https://www.heart.org/en/health-topics/venous-thromboembolism/what-is-venous-thromboembolism-vte, acessado em 14/12/2018

 

PP-PFE-BRA-1639