Pacientes brasileiros com doenças inflamatórias ganham duas novas opções de tratamento com biossimilares da Pfizer

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou dois novos medicamentos biossimilares para o tratamento de doenças inflamatórias, fazendo do Brasil o primeiro país em todo o mundo a oferecer essas novas possibilidades. 

"Além de buscar respostas para doenças para as quais ainda não há opções terapêuticas disponíveis, a Pfizer tem um grande compromisso com o acesso a medicamentos inovadores. Por isso, entendemos que os biossimilares são soluções que podem aumentar o alcance de pacientes a tratamentos para suas enfermidades”, afirma Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil.


Pfizer e biossimilares

Como parte do desenvolvimento dos medicamentos biossimilares, estão rigorosos testes analíticos, pré-clínicos e clínicos, que demonstram com precisão o quanto eles são semelhantes em estrutura, função, eficácia e segurança ao  biológico originador.

Com a proposta de fornecer aos pacientes e prescritores as mais seguras opções de tratamento, a Pfizer, com mais de 30 anos de experiência na fabricação de produtos de DNA recombinante e com experiência significativa no desenvolvimento clínico de novos produtos em muitas áreas terapêuticas, acredita no potencial desses medicamentos para o futuro da saúde e está bem posicionada para atender à demanda de fabricação de biossimilares de alta qualidade.