Diferenças entre medicamentos de referência, similares e genéricos

Foto de mãos segurando um tipo de medicamento com a mão direita e segurando outros medicamentos com a esquerda

Na hora de comprar um medicamento, muitas pessoas ficam confusas com a variedade de nomenclaturas. Existem os medicamentos de referência, genéricos e similares. Entenda as diferenças entre eles. 

Medicamentos de referência

Os medicamentos de referência - também conhecidos como “de marca” por terem marca comercial bem conhecida - são aqueles que possuem eficácia e segurança cientificamente comprovadas. Geralmente são produtos inovadores, com registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

Medicamentos genéricos 

Os genéricos são medicamentos que apresentam princípio ativo idêntico a um medicamento de referência, o que é assegurado por testes apresentados à Anvisa. Portanto, os medicamentos genéricos podem substituir os de referência prescritos pelo médico. Em geral, eles têm custo mais acessível. 

Na embalagem dos genéricos há uma tarja amarela contendo a letra “G” e a inscrição “Medicamento Genérico”. Como esse tipo de medicamento não tem marca, o que o consumidor lê na embalagem é o princípio ativo do medicamento. 

Medicamentos similares

O medicamento similar é identificado pela marca ou nome comercial e possui o mesmo princípio ativo de um medicamento de referência. A diferença entre eles está relacionada a alguns aspectos, como: 

  • Prazo de validade do medicamento;
  • Embalagem;
  • Rotulagem;
  • Tamanho e forma do produto. 

Um medicamento similar só pode ser substituído pelo seu respectivo medicamento de referência após passar por testes laboratoriais que comprovem a equivalência, iguais aos que são exigidos para os genéricos. Os que já cumpriram esse processo são chamados de “similares intercambiáveis” ou “similares equivalentes”. 

Os similares intercambiáveis devem informar na bula que são substitutos aos medicamentos de marca. Além disso, a Anvisa mantém uma lista atualizada dos medicamentos similares que já comprovaram equivalência. 


Referências 

http://www.idisa.org.br/img/File/genericos_cartilha%5B1%5D.pdf - acessado em 28/01/2020

http://www.dhnet.org.br/dados/cartilhas/a_pdf/114_cartilha_direito_medicamentos.pdf - acessado em 28/01/2020

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/anvisa/manual_politica_medicamentos.pdf - acessado em 28/01/2020

http://portal.anvisa.gov.br/medicamentos-similares - acessado em 28/01/2020

 

 

PP-PFE-BRA-2431