Skip directly to content

Reduzindo a taxa do seu colesterol

O que chamamos normalmente de colesterol é, na verdade, a soma de diferentes tipos de colesterol. Alguns deles, quando estão em níveis mais altos, podem formar uma placa nas paredes das artérias e dificultar ou impedir a passagem do sangue. Quanto mais elevadas as taxas, maior é o risco de sofrer uma doença coronariana, a forma mais comum da doença cardíaca.

Por que controlar o colesterol?

O colesterol é um composto gorduroso utilizado para a produção das membranas celulares e de alguns hormônios. Existem diferentes tipos - HDL, LDL e VLDL -, sendo que o organismo fabrica a maior parte do que necessita. Porém, o colesterol também é encontrado em alimentos de origem animal, como ovo, carne e leite.

  • Lipoproteínas de baixa densidade (LDL) ou colesterol “ruim” - pode prender-se nas paredes das artérias formando placas de gordura. Com o passar do tempo, é possível que elas dificultem ou impeçam a passagem do sangue provocando angina (dor no peito) ou até mesmo um infarto (ataque cardíaco). Quanto mais elevado o nível de LDL, maior é o risco de desenvolver uma doença cardíaca. Para a maioria das pessoas, o ideal é que a taxa de LDL fique abaixo de 130 mg/dl.
  • Lipoproteínas de alta densidade (HDL) ou colesterol “bom” - ajuda a remover o excesso de colesterol do sangue. Quanto mais elevados os níveis de HDL, menores são os riscos de desenvolver uma doença cardíaca. O ideal é que a taxa de HDL seja superior a 40 mg/dl.
  • Lipoproteína de densidade muito baixa (VLDL) - este é um tipo de colesterol que transporta mais triglicérides, outro tipo de gordura presente no sangue, do que colesterol. Os níveis mais altos de VLDL podem causar acúmulo de gordura nas artérias, o que também aumenta os riscos de doenças cardíacas.

Um estilo de vida mais saudável ajuda a diminuir o colesterol

Você pode adotar hábitos saudáveis para ajudar a diminuir o nível de colesterol ruim e o risco de ter doença cardíaca. Mesmo se você já tiver uma doença cardíaca, isso ajuda a prevenir problemas futuros.

Conheça seus níveis de colesterol

É possível que você tenha taxas altas de colesterol e nem saiba. O aumento acontece ao longo dos anos sem qualquer sintoma. Um dia, sem aviso, você pode sofrer um ataque cardíaco. Para evitar que isso aconteça, é preciso manter os níveis de colesterol no sangue sempre controlados.

Exercícios físicos e o colesterol

A prática de exercícios físicos pode elevar a concentração de HDL (colesterol “bom”) no sangue e diminuir a de LDL (colesterol “ruim”). Antes de começar a praticar, é importante consultar o médico para saber se você tem algum tipo de impedimento e quais tipos de exercícios são mais adequados para você. Não é preciso, necessariamente, frequentar uma academia. Você pode, por exemplo, caminhar ou andar de bicicleta. Até subir escadas ao invés de usar o elevador já ajuda. Mas, não exagere, aumente aos poucos o tempo e a intensidade dos exercícios que você escolher.

Dicas de alimentação saudável para diminuir o colesterol
 

  • Coma moderadamente carnes e derivados de leite integral;
  • Prefira peixes e frango sem pele ao invés de carnes vermelhas, eles têm menos gorduras;
  • Prefira leite e derivados com menos gordura;
  • Coma à vontade verduras, legumes e frutas frescas;
  • Coma leguminosas (feijão, ervilha, lentilha etc.) e prefira cereais integrais (como arroz, aveia e trigo) e massas feitas com eles;
  • Cozinhe os alimentos com um mínimo de gordura, é possível preparar vários dos seus pratos favoritos com muito pouca;
  • Prefira os alimentos cozidos, refogados, grelhados ou assados ao invés de fritos;
  • Refogue os alimentos com pouco óleo, utilize caldos não gordurosos;
  • Tire a gordura de carnes e a pele de frangos;
  • Doure a carne e drene a gordura antes de adicionar outros ingredientes;
  • Tenha moderação na quantidade de creme de leite, chocolates, sorvetes à base de leite, presunto e demais embutidos.

Se você tem diabetes, procure a orientação de um médico sobre as adaptações necessárias na alimentação para diminuir o colesterol.

 

Referências

http://www.scielo.br/pdf/abc/v109n2s1/0066-782X-abc-109-02-s1-0001.pdf - acessado em 30/07/2018

https://medlineplus.gov/cholesterol.html - acessado em 30/07/2018

https://www.nhlbi.nih.gov/files/docs/resources/heart/atp-3-cholesterol-full-report.pdf - acessado em 30/07/2018

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X2002001300013 - acessado em 30/07/2018

https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/high-blood-cholesterol/in-depth/reduce-cholesterol/art-20045935 - acessado em 30/07/2018