Skip directly to content

Vivendo com psoríase

A psoríase é uma doença crônica que atinge cerca de 100 milhões de pessoas no mundo todo. Há diferentes tipos da doença, que podem afetar diversas áreas do corpo e causar manchas vermelhas com escamas esbranquiçadas na pele, rachaduras, sangramentos e outros sinais. Continue a leitura para descobrir como lidar com este problema e quais hábitos podem piorar a doença.

4 passos para cuidar da psoríase

1. Mantenha a pele hidratada - a psoríase pode ressecar a pele, isto faz com que a hidratação seja muito importante, principalmente nas estações mais frias do ano. Porém, é preciso atentar-se à fórmula dos hidratantes e tomar cuidado com aqueles que possuem tipos de ácidos em sua composição. Beber muita água e sucos naturais também é uma maneira de manter a pele hidratada.

2. Exponha a pele ao sol - isto pode ser de grande ajuda para manter as crises de psoríase sob controle, mas é preciso ter cuidado. Saiba os melhores horários para tomar sol e lembre-se de utilizar protetor solar para evitar outros problemas de pele.

3. Mantenha a pele limpa - banhos diários ajudam a eliminar as escamas ressecadas de pele. Evite tomar banhos muito quentes para não machucar mais ainda as regiões afetadas pela psoríase.

4. Busque acompanhamento médico - além de ajudar com tratamentos e cuidados com a psoríase, o médico pode auxiliar com as questões de baixa autoestima que, muitas vezes, surgem com a doença.

Hábitos que podem prejudicar quem tem psoríase

Alguns fatores podem desencadear episódios de psoríase. É preciso ficar atento e evita-los para diminuir o risco. Veja, abaixo, o que pode ajudar a desencadear a psoríase ou contribuir para que o problema se agrave:

  • Estresse;
  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Consumo de bebidas alcóolicas.

Evite usar medicamentos sem acompanhamento de um profissional da saúde. O que funciona para outra pessoa pode não ser bom para o seu caso e ainda provocar outros problemas. Só o médico pode indicar o melhor tratamento para o seu caso e é importante que você o visite regularmente.


Referências

http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/204417/9789241565189_eng.pdf;jsessionid=F5D2DE5EFE4AEF110E8DCD648B032627?sequence=1 - acessado em 18/04/18

https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/psoriasis/diagnosis-treatment/drc-20355845 - acessado em 18/04/18

http://formsus.datasus.gov.br/novoimgarq/24326/4118143_345331.pdf - acessado em 18/04/2018

http://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/psoriase/18/#sintomas - acessado em 18/04/2018