Cuidados que não podem faltar – prevenção da covid-19

Avô e neto vestindo máscaras para prevenção da covid-19 - Pfizer

Mais do que cuidar da própria saúde, seguir as práticas de prevenção da covid-19 é assumir um compromisso com o bem-estar das pessoas que você ama, com a sua comunidade e com o sistema de saúde do local onde você vive. Esteja atento às recomendações dos órgãos oficiais de saúde:

O que fazer para a prevenção da covid-19?

Mantenha o distanciamento social, sempre que possível

Locais com aglomerado de pessoas favorecem a transmissão da covid-19. Isso porque parte das pessoas infectadas são assintomáticas ou possuem sintomas leves, que podem ser confundidos com resfriado ou rinite alérgica, e não estão em isolamento. A Organização Mundial da Saúde (OMS) qualifica como aglomeração situações em que é difícil manter o distanciamento de, pelo menos, um metro de outras pessoas.

A recomendação é que as pessoas saiam de casa apenas para atividades essenciais. Caso precise, tome as seguintes precauções:

  • Mantenha ao menos um metro de distância de outras pessoas em filas de banco, supermercado, lotérica etc;
  • Se precisar se reunir com outras pessoas em ambientes internos, deixe janelas abertas e mantenha o ambiente ventilado;
  • Evite apertos de mão, beijos e abraços ao cumprimentar;
  • Caso precise usar o transporte público, redobre os cuidados com a higiene e evite ficar próximo a pessoas que aparentem estar com sintomas gripais;
  • Evite frequentar locais que favorecem aglomerações, como bares, restaurantes, festas e reuniões com pessoas que não são do seu convívio.

 

Tenha cuidados com a higiene

Além da transmissão por gotículas respiratórias, o coronavírus pode ser disseminado por contato indireto, por meio de objetos e superfícies. Por isso, são necessários cuidados com a higiene, tais como:

  • Higienizar as mãos com álcool em gel 70%, por 20 a 30 segundos, ou com água e sabão, por 40 a 60 segundos, ao entrar e sair de estabelecimentos e ao tocar em objetos fora de casa, como balcões, máquina de passar cartão, caixa eletrônico, barras de apoio de transporte público etc;
  • Evite compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, toalha de rosto e escova de dentes;
  • Ao espirrar ou tossir, cubra o nariz e a boca com um lenço de papel ou com o antebraço, caso esteja sem a máscara por algum motivo. Descarte o lenço usado adequadamente;
  • Evite tocar nos olhos, boca e nariz, principalmente se estiver fora de casa.

 

Em caso de suspeita ou confirmação de covid-19, pratique o isolamento mais restrito

É necessário que pessoas com covid-19 ou com suspeita da doença se mantenham em isolamento em casa para não propagar a doença. Se houver mais moradores no local, é preciso tomar alguns cuidados, tais como:

  • Se possível, reservar um quarto e um banheiro para uso exclusivo da pessoa em isolamento. A porta do quarto deve permanecer fechada, mas as janelas abertas para ventilação;
  • Ao dividir outros cômodos com outras pessoas, a pessoa com covid-19 deve usar máscara o tempo todo e manter distanciamento de, pelo menos, um metro das demais;
  • As superfícies do banheiro devem ser desinfectadas com água e sabão, água sanitária ou álcool 70% sempre que a pessoa infectada usar: pia, vaso sanitário, torneira, descarga, maçanetas;
  • Separar objetos pessoais da pessoa infectada, como toalhas, escova de dentes, talheres e louças. Se possível, devem ser mantidos em ambiente separado dos objetos das outras pessoas;
  • Não compartilhar cama, sofá, roupas e outros objetos com a pessoa em isolamento;
  • Descartar separadamente o lixo da pessoa infectada.

 

Se uma pessoa da casa estiver com covid-19, todos os moradores devem ficar em isolamento.

Uso de máscara para prevenção da covid-19

O uso da máscara é essencial para diminuir o risco de exposição ao vírus em locais onde há fluxo de pessoas, como transporte coletivo, comércio, praças, hospitais, eventos, escritórios, áreas comuns de condomínios, entre outros.

Atenção: a máscara por si só não garante a proteção contra o coronavírus e não substitui as outras medidas de prevenção da covid-19. É necessário seguir o distanciamento social e os cuidados com a higiene.

 

Tipos adequados de máscara para prevenção da covid-19

Máscara caseira de tecido – por ser mais acessível e reutilizável, a máscara de tecido é indicada para uso da população em geral, acima de dois anos de idade. Ela ajuda a reduzir a propagação do vírus pois age como uma barreira física. Para ser efetiva, é recomendado que a máscara caseira seja confeccionada com três camadas de tecido:

  • 1ª camada – tecido resistente à água, como poliéster e nylon;
  • 2ª camada – tecido respirável sintético ou algodão;
  • 3ª camada – tecido absorvente, como algodão.

 

Máscara cirúrgica – além da barreira física, a máscara cirúrgica possui uma camada que filtra partículas, como gotículas de saliva, por exemplo. Ela é descartável, de uso individual e indicada para os seguintes grupos de pessoas:

  • Trabalhadores da saúde que atuam em áreas clínicas;
  • Cuidadores de pacientes infectados;
  • Pacientes infectados pela covid-19 ou com suspeita;
  • Pessoas com mais de 60 anos ou com alguma comorbidade (doença respiratória ou cardiovascular, diabetes, imunossupressão, entre outras) quando o distanciamento de pelo menos um metro não puder ser mantido.

 

Respiradores particulados N95/N99/PFF2/PFF3 – também conhecidos como Peças Faciais Filtrantes (PFFs), são máscaras de proteção individual que filtram aerossóis, partículas menores e mais leves que as gotículas. Essas partículas menores podem ficar por horas em suspensão no ar e conter vírus, bactérias e fungos. O uso dos respiradores particulados é indicado para:

  • Profissionais da saúde que trabalham em unidades de cuidados intensivos e semi-intensivos para covid-19;
  • Profissionais que atuam em procedimentos com risco de geração de aerossóis – como intubação, manobra de ressuscitação, fisioterapia respiratória e coleta de secreções respiratórias para exames, por exemplo - em pacientes suspeitos ou confirmados de infecção pela covid-19.

 

Os respiradores particulados podem ser usados por até 8 horas. Em casos de risco de escassez de materiais de proteção, o respirador pode ser reutilizado outras vezes pelo mesmo profissional caso esteja limpo e seco, desde que seja guardado longe de umidade e não fique exposto.

 

Como lavar corretamente as máscaras de tecido

  • A máscara deve ser lavada separadamente;
  • Deixe-a de molho na água (500ml) e água sanitária (10ml) por 20 a 30 minutos;
  • Lave-a com água e sabão e enxague em água corrente;
  • Depois de seca, passe com ferro quente, se possível;
  • Guarde a máscara em um recipiente específico para isso.

 

Como descartar corretamente as máscaras

As máscaras caseiras de pano duram, em média, 30 lavagens. Depois disso, é aconselhável o descarte. Já as máscaras cirúrgicas e respiradores particulados devem ser descartados após o uso.

  • Remova a máscara pelos elásticos ou laços, sem tocar na parte frontal;
  • Jogue fora imediatamente em um saco de papel de ou plástico, ou em uma lixeira com tampa;
  • Não deposite a máscara em outros locais após o uso, como em cima da mesa;
  • Após manusear a máscara, higienize as mãos com água e sabão por 40 a 60 segundos ou com preparação à base de álcool 70% por 20 a 30 segundos.

 

Atenção ao uso correto da máscara!

Uso correto da máscara

Referências:

 

Voltar à Página Principal