Coletivo Pink leva campanha Mamografia no SUS 40+ para exposição na Casa das Rosas

Movimento endossa a importância da mamografia de forma preventiva, a partir dos 40 anos, apoiando campanha pelo direito ao exame pelo SUS.

O movimento Coletivo Pink, que reúne as principais associações de pacientes oncológicos do Brasil para levar mais informação e acolhimento sobre o câncer de mama e o câncer de mama metastático, apresenta a campanha Mamografia no SUS 40+ durante a exposição Inspiração Pink e Artemisa, que acontece na Casa das Rosas, em São Paulo, até o dia 30 de novembro de 2020.

A campanha Mamografia no SUS 40+ tem como objetivo engajar toda a sociedade para defender o direito das mulheres à realização da mamografia de forma preventiva e mais cedo no Sistema Único de Saúde (SUS), a partir dos 40 anos, diferentemente do critério atual de 50 anos e de acordo com as recomendações das sociedades médicas nacionais e internacionais1,2.

“A iniciativa poderá fazer a diferença na vida de milhares de mulheres, pois sabemos que a detecção precoce do câncer de mama possibilita tratamentos menos agressivos e com taxas de sucesso mais satisfatórias. Temos que levar essa informação aos congressistas e fazer valer nossos direitos”, destaca Cristiane Santos Blanch, diretora de Comunicação e Assuntos Corporativos da Pfizer Brasil. 

Sobre a exposição

A exposição Inspiração Pink e Artemisa reúne 23 esculturas de 14 artistas mulheres, algumas representantes do coletivo de artistas com deficiência visual do Instituto Laramara. Em forma de torsos, as esculturas foram inspiradas nas histórias de 22 pacientes com câncer de mama e câncer de mama metástico. A 23ª escultura foi elaborada para representar a luta e transformação de todas as mulheres que enfrentam a doença.

Com a curadoria do artista plático Didu Losso, as esculturas estiveram em oito cidades brasileiras (São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Brasília e Belém) durante o mês de outubro e agora estão reunidas na Casa das Rosas, em São Paulo.

A exposição leva ao público informações sobre a doença, prevenção e promove o acolhimento as mulheres impactadas pela doença e seus familiares. 

Sobre a campanha Mamografia no SUS 40+

A campanha Mamografia no SUS a partir dos 40 anos é a primeira no Brasil baseada na plataforma global da Pfizer Unidos pela Cura (Ready for Cures), que tem como missão promover um ambiente de políticas públicas que incentive a detecção precoce e a inovação em saúde.

Por meio do site https://pfizer.com.br/unidos-pela-cura qualquer pessoa pode enviar mensagens aos deputados federais e senadores, manifestando apoio à causa e aprovação do projeto de decreto legislativo nº 679/2019, que poderá garantir o direito à realização da mamografia pelo SUS de forma preventiva, a partir dos 40 anos.

Entenda o cenário

Segundo a Lei nº 11.664/2008, a mamografia é um direito das mulheres no SUS dos 40 aos 69 anos. No entanto, a portaria nº 61/2015 do Ministério da Saúde contraria essa lei proposta e restringe, na prática, o exame preventivo para mulheres dos 50 aos 69 anos, apesar de 40% das pacientes brasileiras serem diagnosticadas antes dos 50 anos, portanto, uma proporção significativa da população afetada desenvolve câncer de mama antes da faixa etária de triagem atendida pelo SUS3.

Mas agora, o projeto de decreto legislativo nº 679/2019, que anula os efeitos da portaria no 61/2015 e assegura o direito à realização da mamografia preventiva a partir dos 40 anos ou mais, já foi aprovado no Senado e está em tramitação na Câmara dos Deputados.

Saiba mais: 

https://www.pfizer.com.br/unidos-pela-cura
https://www.coletivopink.com
https://www.facebook.com/PfizerBrasil
https://www.instagram.com/pfizer.brasil/
https://www.linkedin.com/company/pfizer/
https://twitter.com/PfizerBr


Referências: 

1. Stephen W Duffy, at al. Effect of mammographic screening from age 40 years on breast cancer mortality (UK Age trial): final results of a randomised, controlled trial. The Lancet Oncology. September 2020, Volume 21, Issue 9, P1165-1172. https://doi.org/10.1016/S1470-2045(20)30398-3

2. Stephen W Duffy. Mammography screening reduces rates of advanced and fatal breast cancers: Results in 549,091 women. Cancer, ACS Journals, July 2020 1;126(13):2971-2979. https://doi.org/10.1002/cncr.32859

3. Simon SD, Bines J, Werutsky G, Nunes JS, Pacheco FC, Segalla JG, et al. Characteristics and prognosis of stage I-III breast cancer subtypes in Brazil: The AMAZONA retrospective cohort study. Breast. 2019;44:113-9.