Pfizer lidera ranking de ESG no setor farmacêutico 

Levantamento da consultoria especializada Merco destaca a farmacêutica entre as 30 empresas com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança corporativa no Brasil. 


A Pfizer acaba de ser eleita a primeira do setor indústria farmacêutica no ranking Responsabilidade ESG da consultoria Merco (Monitor Empresarial de Reputação Corporativa). Nesta edição, o levantamento contempla os aspectos de toda a sigla ESG (Meio ambiente, Social e Governança, em inglês).

A análise avaliou a performance de 100 corporações de vários setores com presença no Brasil. Na classificação geral, a Pfizer aparece na 27ª posição do ranking, subindo 17 colocações em relação ao melhor resultado anterior, de 2016, quando a companhia ocupou o 44º lugar. 

Realizado entre julho de 2021 e abril deste ano, o levantamento contou com 2.311 entrevistas e informações extraídas de 14 fontes de informação, entre elas entrevistas com executivos, checagem de redes sociais e de compromissos assumidos pelas companhias. 

“Esse resultado reflete o nosso compromisso com a saúde não apenas do indivíduo, mas também de sua comunidade e da sociedade como um todo, entendendo que a saúde não se resume à ausência de doença”, declara a presidente da Pfizer Brasil, Marta Díez. “Estamos falando de um estado completo de bem-estar físico, social e mental, diretamente impactado pela forma como atuamos em questões ambientais e sociais, no modo como defendemos o acesso das pessoas às nossas inovações e em como contribuímos com as comunidades nas quais estamos presentes”, complementa.

O primeiro lugar inédito da Pfizer no ranking do setor farmacêutico representa uma evolução desde a sua primeira edição, em 2018, quando figurou na segunda posição entre as indústrias farmacêuticas; depois, em quinta, em 2019; e segunda, novamente, em 2020.