Fale ConoscoFale ConoscoProfissionais Da SaúdeTermos De UsoPolítica De PrivacidadeSitemap
HomeNotíciasÚltimas notíciasSaiba quais são as diferenças entre depressão e tristezaSaiba quais são as diferenças entre depressão e tristeza

04/06/2019

Ser dispensado de um emprego, perder um ente querido. Esses motivos podem deixar qualquer um triste. Mas como saber se a tristeza é, na verdade, um caso de depressão? Conhecer as diferenças ajuda a entender o que você está sentindo e saber quando procurar a ajuda de um especialista.

Duração - enquanto a tristeza dura algumas horas ou até alguns dias, a depressão, sem o tratamento certo, pode durar meses ou anos. Na verdade, uma pessoa é considerada com depressão quando a tristeza dura mais de duas semanas.

Intensidade - a tristeza é um sentimento normal e não afeta a sua produtividade. Mesmo triste, você consegue fazer as tarefas simples do dia a dia. Já no caso da depressão, o sentimento ruim não passa e afeta vários aspectos da vida: saúde, trabalho, relacionamentos, família e vida social. Em casos mais sérios, pessoas com depressão podem até pensar em suicídio.

Causas - a causa da tristeza geralmente é algum acontecimento específico. Já no caso da depressão, existem alguns fatores que podem aumentar o risco de ela se desenvolver, por exemplo: a deficiência na produção de algumas substâncias pelo cérebro, herança genética, aspectos da personalidade (baixa autoestima ou pessimismo) e fatores ambientais (como exposição à violência, à negligência ou à pobreza).

Sinais e sintomas são a principal diferença entre depressão e tristeza

Enquanto tristeza dura algumas horas ou até alguns dias, o mesmo não acontece com a depressão, que pode causar vários sinais e sintomas. Conheça os principais:

  • Não ter interesse ou o prazer em atividades que antes eram divertidas;

  • Perder ou ganhar peso sem ter feito alterações na dieta;

  • Ter problemas com sono (dormir pouco ou dormir demais);

  • Ter explosões de raiva, mesmo por motivos bobos;

  • Estar sempre cansado, com pouca energia ou lento;

  • Sentir dificuldade para se concentrar ou para tomar decisões;

  • Ter sentimento de culpa ou de inutilidade.

Como é o tratamento para a depressão?

É importante você saber que a depressão tem tratamento e, na maioria dos casos, cura.. Então, se acha que pode estar com o problema, o melhor é procurar um profissional de saúde mental. Ele fará uma avaliação e talvez peça alguns exames, até para descartar outras possibilidades. Depois do diagnóstico, você será encaminhado para o tratamento – geralmente uma combinação de medicamento com terapia.

Referências

PP-PFE-BRA-1908

A PfizerSua SaúdeNotícias Bulas Responsabilidade SocialFale ConoscoProfissionais da SaúdeTermos de UsoPolítica de PrivacidadeSitemapCopyright© 2008-2023 Laboratórios Pfizer Ltda. Todos os direitos reservados. (PP-UNP-BRA-1142) As informações aqui contidas destinam-se ao público brasileiro. Todas as decisões relacionadas a tratamento devem ser tomadas por profissionais autorizados que levarão em consideração as características individuais de cada paciente. Em caso de dúvidas, fale conosco por meio do Fale Pfizer - DDG 0800-7701575 (de segunda a sexta-feira das 09h às 17h). Para obter informações sobre a Pfizer EUA, clique aqui.