Sintomas de dengue ou Covid-19? Saiba diferenciar as doenças e se prevenir

Mulher com sintomas de dengue ou covid-19

Febre, cansaço, mal-estar, dor no corpo. Sintomas de dengue ou Covid-19? Neste momento em que a pandemia de coronavírus continua muito presente, principalmente no Brasil, com um grande número diário de novos casos, outra preocupação surge na saúde pública: a passagem do verão, temporada de chuvas e calor, é o período em que mais crescem os casos de dengue. E, uma vez infectado, como identificar qual a doença que se tem e qual o caminho a seguir? Destacamos aqui as diferenças entre as duas condições.

Dengue ou Covid-19: as diferenças entre as duas doenças

As duas são doenças causadas por vírus e deixam os infectados bastante debilitados. Mas a maneira como são contraídas e a forma como devem ser tratadas se distinguem muito. Fique atento e saiba o que observar nos dois casos:

Transmissão dengue X Covid-19

Enquanto a dengue é transmitida através da picada do mosquito Aedes aegypti, a transmissão da Covid-19 ocorre por partículas de saliva e secreções de pessoas infectadas que entram em contato com outra pessoa pelo ar ou superfícies contaminadas. Dessa maneira:

  • Não é possível que uma pessoa passe dengue a outra. A dengue não é uma doença contagiosa;
  • A Covid-19 se propaga justamente de uma pessoa contaminada a outra, geralmente por partículas que se espalham no ar.

Sinais e sintomas da dengue e Covid-19

São comuns em ambas as doenças sinais e sintomas como:

  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Dor no corpo;
  • Cansaço;
  • Mal-estar.

 

Mas ao analisar as duas doenças separadamente, é possível traçar sintomas bem distintos que ajudam a percepção do médico e do paciente no diagnóstico de dengue ou Covid-19.

Dengue ou Covid-19: o que observar

O ponto chave é o quadro respiratório. Tosse, produção de escarro, dor no peito, falta de ar e alteração do olfato e paladar são sintomas apenas da Covid-19 e não aparecem em pacientes com dengue. 

Por outro lado, há alguns sinais mais comuns na doença causada pelo Aedes aegypti e não pelo coronavírus. Quando a pessoa apresenta manchas vermelhas na pele, dores nas articulações e problemas gastrointestinais, o paciente provavelmente está com dengue. Estes sintomas não são muito frequentes em pessoas infectadas pelo coronavírus, apesar de possíveis. 

O que fazer ao perceber os sinais?

É muito importante buscar atendimento médico assim que o paciente apresentar os primeiros sintomas de dengue ou Covid-19. Em tempos de pandemia, a busca por consultas realizadas por meio da telemedicina é uma maneira de conseguir uma avaliação profissional sem correr riscos de se contaminar. Apenas um médico pode oferecer o diagnóstico, tratamento e acompanhamento adequado aos sintomas de cada pessoa, para ambas as doenças.

Fique atento: A falta de ar é um sintoma que sugere gravidade no quadro de Covid-19. Ao sentir dificuldade de respirar, a pessoa deve buscar ajuda médica imediata. O mesmo deve ser feito caso a pessoa com dengue apresente dores abdominais e vômitos persistentes.

Dengue ou Covid-19, é essencial a prevenção

Tanto a dengue quanto a Covid-19 são enfermidades que devem despertar atenção e cuidado na população brasileira. Para ambas as doenças existem métodos eficientes de prevenção.


Covid-19

Para evitar contaminação pelo coronavírus, a higiene correta de ambientes e objetos, junto à permanência em casa, respeitando o distanciamento social, garantem uma rotina protegida. 

  • Higienize as mãos regularmente com água e sabão ou álcool em gel 70%;
  • Use máscaras de proteção com filtro adequado caso precise sair de casa ou esteja no mesmo ambiente que alguém possivelmente contaminado;
  • Pratique o distanciamento físico. 

 

Dengue

A principal medida de prevenção da dengue é o combate ao Aedes aegypti. Para isso, é necessário fiscalizar objetos que possam acumular água parada em sua casa e mantê-los vazios, diminuindo assim, as chances de reprodução do inseto vetor. 


Veja também no site da Pfizer

O que saber sobre o coronavírus: covid-19 explicado 
Dengue: fique atento aos sintomas e saiba como se prevenir 
Perguntas e respostas sobre a covid-19

 

Referências: 

 

 

 

PP-PFE-BRA-3444