Hipertensão pulmonar

Mulher com falta de ar por conta da hipertensão arterial pulmonar - Pfizer

Saiba mais sobre a hipertensão arterial pulmonar (HAP)

A hipertensão arterial pulmonar (HAP) é uma doença rara que faz com que a pressão arterial nos pulmões seja mais alta. Apesar de poder atingir qualquer pessoa, a HAP é mais comum em mulheres, principalmente naquelas entre 20 e 40 anos. Além disso, até 10% dos casos de hipertensão pulmonar são causados por fatores hereditários.

A hipertensão arterial pulmonar pode não ter uma causa específica, ficando conhecida como HAP idiopática. Mas também pode ocorrer por conta de outras doenças, como problemas cardíacos, HIV e também como resultado do uso de certos medicamentos, como inibidores de apetite. 

Quais são os sinais e sintomas da hipertensão pulmonar?

Normalmente, os sinais e sintomas da hipertensão arterial pulmonar não são percebidos até que a doença já esteja em um estágio mais avançado. Mas pode acontecer:

  • Fadiga;
  • Dificuldade respiratória, que fica mais forte em estágios mais avançados da doença;
  • Dores no peito; 
  • Vertigem;
  • Tontura ao se esforçar fisicamente; 
  • Desmaios.

Como a hipertensão pulmonar é diagnosticada?

Logo no início da doença, ela é muito difícil de ser diagnosticada, pois os sintomas e sinais podem ser confundidos com outras doenças, principalmente problemas cardíacos ou outras doenças respiratórias. Alguns exames que seu médico pode indicar para tentar identificar se existe a presença da HAP são: 

  • Teste de função pulmonar;
  • Exame de perfusão-ventilação;
  • Ecocardiograma;
  • Exames de sangue;
  • Raio-X da região do tórax;
  • Tomografia.

Dicas para manter a qualidade de vida com hipertensão arterial pulmonar

Além dos tratamentos indicados pelo médico, pessoas com hipertensão pulmonar podem adotar uma série de mudanças para ter uma rotina mais saudável, o que ajuda a melhorar os sintomas e evitar que a doença fique mais grave.

Reduza o consumo de sódio – assim como para pessoas com pressão alta, aqueles que têm hipertensão pulmonar também precisam reduzir a ingestão de sódio. Para isso, é preciso adotar uma alimentação mais saudável, consumindo porções de frutas, legumes e verduras. Para temperar os alimentos, prefira ervas frescas, limão, alho e cebola. Lembre sempre de olhar o rótulo de produtos industrializados, eles podem ser ricos em sódio, principalmente bebidas gaseificadas e embutidos. 

Pratique exercícios físicos, mas com cuidado – manter-se fisicamente ativo é uma ótima maneira de ter uma rotina mais saudável. Porém, pessoas com HAP precisam ter muita atenção com os exercícios físicos. Para evitar que o esforço afete a respiração e o bem-estar, converse com o médico sobre quais práticas são recomendadas para você. Ao sentir qualquer desconforto ao se exercitar, pare, não force seu corpo além do limite. 

Tire o cigarro da sua vida – se você não fuma, não fique perto de quem está fumando. Se fuma, pare, a fumaça do cigarro pode afetar muito sua respiração, que já é comprometida por conta da hipertensão pulmonar. 

Diminua os esforços da sua rotina – algumas atividades cotidianas, como limpar a casa ou arrumar a cama, por menores que sejam, podem afetar sua respiração. Para evitar se sentir indisposto, busque formas de diminuir o esforço nessas atividades.

Referências

 

PP-PFE-BRA-1868